Home » Organização do Lar » Como desapegar dos excessos e ser menos consumista?
Organização do Lar Organização Pessoal
desapegar-dos-excessos-e-ser-menos-consumista

Como desapegar dos excessos e ser menos consumista?

Você quer desapegar dos excessos e ser menos consumista? Reuni dicas muito bacanas. Saiba como...

Fala sério, que mulher não adora fazer compras? Mas muitas vezes acabamos comprando por impulso coisas que não usamos, mas que ficam guardadas no armário ou em alguma outra parte da casa ocupando espaço.

Aí quando você já acumulou tanto que a sua casa esta uma bagunça, você não tem espaço para guardar muitas coisas, seu armário já não cabe um meia sequer e facilmente um elefante se perderia nele. Tá bom estou exagerando, mas se você esta lendo este post pode ser que esteja se identificando com esta situação.

Um lar sem acúmulos faz com que a organização dos ambientes se torne mais fácil e precisa. Por isso desapego é a primeira meta da organização.

Porque consumir menos?

O consumo tem crescido mais e mais no decorrer dos anos. E cada vez mais as pessoas são encorajadas a comprar mais do que realmente precisam.

O consumo exagerado de bens e serviços gera muitos impactos ao meio ambiente. Explora ao máximo os recursos naturais e interfere no equilíbrio estabelecido do planeta. Inclusive saiu uma matéria na revista superinteressante que para dar conta do nosso consumo, a Terra teria de ser 70% maior. Não é brincadeira nós estamos mesmo em dívida com o planeta por causa do nosso consumo.

Sabendo disso antes de comprar algo faça questionamentos a si mesmo, pergunte se realmente precisa daquilo, se você não esta sendo influenciado por propagandas, da onde este produto veio e para onde ele vai, e o mais importante se você acha que essa compra vai prejudicar o planeta.

Venha desapegar dos excessos e ser menos consumista com estas dicas de hoje...

Desapegar do que?

do-que-desapegar

Desapegar de tudo o que você não usa, tudo que acumula algum espaço sem utilidade alguma. Esta é a única maneira de se livrar dos excessos e começar a deixar tudo organizado. Vou fazer uma lista abaixo com os itens que você pode desapegar:

  • Livros: Aquele livros parados na estante. Algum livro que você ganhou a muito tempo mas nunca chegou a ler. Títulos que leu mas não gostou. Os que você até gostou mas não pretende reler no futuro.
  • Roupas: Aquela roupa que não te serve mais a anos. Peças iguais ou seja aquele shortinho que você tem outro super parecido. Roupas que não usa mais que acha que um dia vai usar.
  • Utensílios de cozinha: Sabe no chá de cozinha que ganhamos muitos utensílios, alguns até repetidos, ou sem utilidade pra gente, e que acabam ocupando espaços nas gavetas da pia e na cozinha.
  • Maquiagens e cosméticos: Sabe aquele batom que você ganhou mais não gostou da cor, ele pode funcionar muito bem na boca de outra pessoa, o mesmo serve com perfumes e outros cosméticos. Lembre-se que eles tem prazos de validade, não os deixe vencer ser ter feito alguém ficar mais bonita.

Ideias para desapegar e consumir menos

Veja ideias de como desapegar dos excessos e ser menos consumista.

Guarda-roupa compartilhado

Imagine ter acesso a muitas opções roupas gastando pouco? Esta é a ideia do guarda-roupa compartilhado. Você paga uma mensalidade e tem acesso a várias peças de roupas diferentes. O número de peças varia de acordo com a sua mensalidade. Depois que usar é só devolver. Tem o Lucid Bag no Rio de Janeiro e o Roupateca, em São Paulo. Muito bacana a ideia não é? E pra lá de sustentável!

Se você mora com as amigas é bacana também fazer um guarda-roupa compartilhado entre vocês, reserve uma arara para colocar as roupas mais legais de cada uma, e compartilhem, assim todo mundo fica na moda, diversifica o guarda-roupa, contribui para o consumo sustentável e economiza dim-dim (melhor parte).

Bazar

Você deu aquela organizada no guarda-roupa e percebeu que o número de peças que descartou daria para montar uma loja? Pois bem, monte um bazar! Nele pode vender peças não usadas e pouco usadas que valerão um pouquinho mais e peças que já foram bastante usadas mas em bom estado, onde podemos venda-las mais baratinho para não ficarmos no prejuízo. Mas não é só roupa que você pode vender em um bazar, pode ser de tudo, utensílios domésticos, objetos de decoração, produtos de beleza que não foram usados, e muito mais...

Para programar seu bazar, escolha uma data, sugiro no inicio do mês que é quando as pessoas tem mais dinheiro para gastar, escolha um local, pode ser na sua casa, no salão do prédio. Reserve um local para as pessoas experimentarem as roupas. Faça um evento no facebook ou grupo no whatsapp para chamar a galera, e boas vendas!

Armário Cápsula

O armário capsula é uma medida contra o consumismo que funciona da seguinte forma: Você escolhe de 30 a 45 peças de roupas para usa-las exclusivamente durante um tempo, pode ser 3 ou 4 meses. E neste tempo você não poderá comprar nada novo, apenas usar as peças selecionadas, variando as combinações e criando vários looks. Com esta prática você vai se surpreender com o número de variações que pode fazer com uma única peça.

O armário cápsula surgiu na década de 70, criado pela estilista Susie Faux, dona da boutique Wardrobe. O objetivo é comprar menos roupas, diminuir o consumismo e provar que com as peças que já temos podemos nos vestir bem com estilo e confiança. Está ideia vai te fazer economizar dinheiro, aproveitar melhor as peças que tem e diminuir as dúvidas e dificuldades na hora de escolher o que vestir.

Trocas

Você gosta de ler? Sabe aquele livro que ganhou e não leu, ou aquele que leu e não gostou que falamos no tópico anterior, você pode troca-lo por outros em sebos, e quando terminar de ler trocar por outro e por ai vai, é leitura que não vai acabar mais.

O conceito do bazar de troca coloca em prática os 4R’s do consumo responsável que são reduzir, reutilizar, reaproveitar e reciclar. Ao invés de comprar produtos novos você tem a possibilidade de trocar aquele produto que não usa mais por um que realmente vai lhe ser útil. Ou se seu objetivo é diminuir a quantidade de itens que possui troque dois produtos por um que valha pelos dois. Pode ser feito a troca de peças de roupas, acessórios, calçados, livros, entre outros.

Doar para instituições de caridade

Para desapegar dos excessos e ser menos consumista pense no seu próximo antes de si mesmo. Estudos indicam que doar faz bem para a saúde e estimula a região do cérebro que nos dá sensação de prazer. Por isso doe para instituições de caridade ou para moradores de rua. Participe também de campanhas do agasalho. Lembre-se de que aquele seu moletom usado pode esquentar uma pessoa que passa frio. Porém doe apenas roupas em bons estados, ok?

E se você gostou deste post sobre como desapegar dos excessos e ser menos consumista vai gostar também deste: Ideias criativas e sustentáveis que vão deixar sua casa linda e organizada!

Conclusão

Este artigo não é para que você não compre nada nunca mais, mas é para você refletir sobre o consumo, sobre o que você realmente precisa e sobre as opções que você tem para fazer um planeta mais sustentável.

Você viu como existem muitas possibilidades para desapegar dos excessos e ser menos consumista. E como esse consumo excessivo pode prejudicar o planeta em que vivemos.

Espero que tenham gostado desse post e das dicas sustentáveis e conscientes que você já pode começar a colocar em prática agora mesmo. Fará bem para o planeta, para a sua alma, para seu bolso e para todos que te rodeiam.

Compartilhe este post com seus amigos e até a próxima!

Comentários

Nenhum comentário foi publicado para este post. Seja o primeiro a comentar...